O Marketing Político Digital ou o Marketing Online para Políticos é um conceito relativamente novo, mas que certamente dará muito o que falar ao longo dos próximos anos. Principalmente pelos resultados que ele trouxe nas últimas eleições americanas e no Brasil.


Os avanços tecnológicos, especialmente no que diz respeito à internet, causou mudanças em diversos setores da sociedade, inclusive na política. A propaganda política não mais se limita a comerciais na TV, propagandas no rádio e distribuição de santinhos: passou a ter formato estratégico, um formato digital.


Com tantas mudanças ocorrendo, é importante manter-se atualizado e compreender como isso tudo impactará no Marketing Político Digital ou no Marketing Online para Políticos.

 


Mas o que é marketing digital?


Marketing Digital é o conjunto de atividades que uma empresa (ou pessoa) executa online com o objetivo de atrair novos negócios, criar relacionamentos e desenvolver uma identidade de marca. Dentre as suas principais estratégias estão o SEO, Inbound Marketing e o Marketing de Conteúdo.

 

Marketing Político Digital


Ok, mas o que é Marketing Político Digital ou Marketing Online para Políticos?


É muito comum, quando se fala em consciência política, ouvirmos a famosa pergunta:


“Você se lembra em quem votou nas últimas eleições?”


Se você não lembra em quem votou ou não sabe o que seus candidatos têm feito, há duas possíveis causas:
• Você não gosta/não se importa com política; ou
• Seu candidato não sabe fazer um bom Marketing Político Digital


Com isso, podemos entender que Marketing Político é o conjunto de técnicas de publicidade que visam manter um político conectado ao seu eleitorado.
Essa publicidade tem como função tanto informar os eleitores sobre o trabalho que está sendo realizado pelo político, quanto conquistar novos simpatizantes que possam votar nessa pessoa em eleições futuras.


Para que haja uma comunicação eficiente entre os políticos e eleitores, são necessárias ações de Marketing Político Digital ou Marketing Online para Políticos contundentes e efetivas. Essa comunicação é necessária, especialmente em um período de crise política, para que a população possa acompanhar o trabalho dos políticos.
Assim sendo, o Marketing Político Digital deve ser usado de maneira responsável, a fim de educar os eleitores, aproximando-os da vida política. Ele deve ser desenhado de forma a despertar o interesse por esse assunto tão importante.

 

 

Quais as principais estratégias do Marketing Político Digital ou Marketing Online para Políticos?


Estratégia Digital #1. Construir uma comunidade

Por motivos óbvios, é muito importante para o político contar com o apoio do eleitorado antes e depois das eleições:


• Antes: para conseguir se eleger;
• Depois: para conseguir o apoio necessário para aprovar projetos e medidas.


Para isso, será necessário criar um vínculo com seu público, o que pode ser colocado em prática através da criação de comunidades. Com a popularização das redes sociais, essas comunidades podem ser virtuais. Canais como o Facebook e o WhatsApp são excelentes para esse fim: permitem que usuários se conectem para debater assuntos de interesse comum.
Para iniciar essas comunidades, é interessante reunir, aos poucos, eleitores que estejam alinhados às ideias do político e cultivar grupos ao redor deles. Isso garante que pessoas engajadas possam ser propagadores da atuação política de determinado candidato e moderem debates que contribuam para o desenvolvimento das propostas políticas.

 

 

Estratégia Digital #2. Desenvolver uma marca política

É essencial que o político tenha uma marca. O que isso quer dizer?


A marca reflete a bandeira levantada pelo político. Alguns focam suas propostas na área da educação, saúde, indústria, agricultura; outros querem ser reconhecidos pelo eleitorado como experts em desenvolvimento econômico ou representantes daqueles que sofrem com a desigualdade social.


Assim, independentemente do que o político pretende promover, o Marketing Político deve contribuir para que ele consiga repassar seus projetos e posicionamentos ao eleitorado. Para isso, os profissionais de marketing devem utilizar técnicas de branding e definir uma estratégia clara e focada.

 


Estratégia Digital #3. Marcar presença nas redes sociais

Hoje em dia é praticamente obrigatório que os políticos tenham presença nas redes sociais. Isso é importante tanto para o Marketing Político, quanto para a comunicação e transparência com a população.


Praticamente metade da população brasileira já está na internet: são pelo menos 100 milhões de usuários no Facebook, Instagram, WhatsApp, Twitter… Ou seja, para ter uma comunicação adequada com o eleitorado, o político não pode mais ignorar o uso de redes sociais em seu mandato.

 

 


Estratégia Digital #4. Investir em conteúdo

Através dessas estratégias que falamos até o momento, você deve ter percebido a importância das redes sociais, não é mesmo? Por esse motivo, diversas ações de Marketing Digital e de Marketing de Conteúdo podem ser aproveitadas para o Marketing Político!


O conteúdo é especialmente importante para o Marketing Político. Podemos resumir essa importância em 3 principais objetivos de uma estratégia:


1. Educação do Eleitorado: um material de qualidade pode levar a educação política, muito importante para o eleitorado. Alguns materiais que servem como fontes educativas são explicações de projetos de lei, detalhes sobre trâmites burocráticos, explicação de um posicionamento político, entre outros.


2. Propagação da imagem: bons conteúdos são bem vistos e replicados na internet, o que pode gerar uma propagação da imagem do político e alcance de grande escala. Crie conteúdos que possam interessar um grande público, para que o mesmo seja compartilhável.


3. Condução de eleitores para a comunidade: esse objetivo específico tem relação direta com a primeira estratégia de Marketing Político da qual falamos nesse post. Um bom material pode acabar convertendo uma pessoa em um lead, ao conduzi-la a um grupo no Facebook ou no WhatsApp, por exemplo.