Você criou um blog para seu negócio, postou um conteúdo incrível, divulgou nas redes sociais, mas, mesmo assim, não tem tido bons resultados?

Esse tipo de situação, em alguns casos, é mais comum do que se imagina, e pode significar que existem elementos mal configurados em suas páginas, impedindo que o seu conteúdo conquiste um bom rankeamento e traga os resultados esperados. Erros assim podem comprometer os resultados de uma campanha de marketing.

A boa notícia é que você tem total controle sobre todos os aspectos de SEO em suas páginas, tornando a resolução do problema fácil e muitíssimo prática.

Quer saber como?

Confira abaixo nossa lista com 9 erros de SEO On Page que você precisa evitar e, de quebra, aprenda como é possível resolvê-los agora mesmo.

Como colocar meu site na primeira página do Google

Como colocar meu site na primeira página do Google – Essa é a pergunta que ouço todos os dias e isso parece ser o sonho de qualquer empreendedor, lojista ou profissional. Ter seu site em destaque no Google e colocar seu site na primeira página de uma palavra chave relevante é o ponto essencial para o sucesso de qualquer negócio.


Agora, como é possível fazer isso uma realidade? Como colocar meu site na primeira página do Google é uma jornada que pode levar tempo. Em alguns casos pode levar dias ou em outros casos levar anos. A questão é que existem alguns pontos importantes para serem ressaltados.

Quando a internet começou a se popularizar, muita gente acreditou que ela seria apenas mais um canal de propaganda, como a televisão e o rádio.
Afinal, se as empresas já faziam publicidade em outras mídias, agora tinham uma opção a mais.

E realmente, na década de 90, toda a propaganda da internet se resumia a banners.

Até que começou a surgir o Marketing Digital como conhecemos hoje!

Mas o que mudou?
De onde veio esse Marketing Digital?

Uma das principais mudanças foi que a internet começou a se tornar um canal muito mais interativo do que informativo.
As pessoas não buscavam mais a internet para tirar dúvidas e encontrar respostas, mas também para compartilhar (com os primeiros blogs pessoais), conversar (lembra dos chats?) e até comparar preços e comprar, já que os primeiros sites de comércio eletrônico surgiram no final dos anos 90.

Outra mudança foi a popularização da internet.
A cada ano, mais pessoas acessavam a internet no mundo, e não foi diferente no Brasil.
Os hábitos de compra mudaram, e o Marketing Digital foi evoluindo junto com essa mudança.

Por que investir em Marketing Digital

“Conheça a si mesmo. Conheça o cliente. Inove”

Beth Comstock


O Marketing Digital permite um relacionamento muito próximo com o público, o que ajuda a conhecer as necessidades do seu cliente, seus hábitos, suas vontades.
Antes, era necessário promover grandes pesquisas para conhecer e entender os hábitos de consumo.

Só as grandes empresas tinham verba para fazer algo dessa magnitude.

Com a interatividade que a internet proporciona, ficou muito mais fácil ouvir as pessoas e entender suas necessidades.

Toda empresa que está na internet pode ouvir seus clientes e aprender com isso!

O ambiente digital é essencialmente interativo.

É um lugar para falar e escutar.

Mas não é só a proximidade com o cliente que torna o Marketing Digital tão atrativo.

No digital, é muito mais fácil obter informações das suas campanhas de marketing: investimentos, cliques, acessos, compras.
Quase tudo pode ser monitorado, medido, analisado.

Essas informações ajudam a otimizar os investimentos e maximizar o retorno.

As decisões no marketing digital são baseadas em métricas!



Principais modalidades de marketing digital

Já detalhamos anteriormente os principais tipos de marketing, mas vale a pena relembrar alguns deles aqui:
 
 
Inbound Marketing
O Inbound Marketing é uma metodologia baseada na atração de clientes por meio de ofertas interessantes para o público.
Ele inverte o padrão do Marketing tradicional, que era baseado em propagandas que interrompem o conteúdo no qual as pessoas estão verdadeiramente interessadas.

No Inbound, o conteúdo relevante é a oferta que avança os clientes no Funil de Marketing e Vendas até que eles estejam prontos para comprar.
E quando eles estão prontos para comprar, naturalmente vão comprar da empresa com quem já têm um relacionamento.
Marketing de Conteúdo

Dentro do Inbound Marketing existe a metodologia do Marketing de Conteúdo, que consiste em produzir conteúdo relevante para conquistar autoridade e se tornar referência.

Com uma pauta de conteúdos para topo, meio e fundo de funil, você oferece conhecimento aos seus potenciais clientes, que amadurecem em seu processo de compra e naturalmente escolhem comprar da sua empresa, por vê-la como referência no assunto.
 
 
Marketing Viral
Todo mundo adora compartilhar um conteúdo inteligente, emocionante ou bem humorado – principalmente nas redes sociais!
Aproveitando esse comportamento, o Marketing Viral aposta em criar conteúdos tão interessante que as pessoas queiram, naturalmente, enviar para os amigos.
O conteúdo precisa ser diferente, chamar a atenção, mas é preciso tomar cuidado para não afetar negativamente a imagem da marca.
 
Empresas e casos de sucesso
As principais empresas de Marketing Digital do Brasil aplicam para si mesmas esses conceitos, com bastante resultado!

A Rock Content, especializada em Marketing de Conteúdo, compartilhou recentemente um caso de sucesso de como gerou quase meio milhão de reais com um blog post.

Além disso, a empresa mantém uma página de casos de sucesso de marketing digital, de clientes de diversos segmentos e tamanhos.
Vale conferir!

A Resultados Digitais, que desenvolve o RD Station, divulgou também sua metodologia de crescimento em Marketing Digital, desenvolvida a partir de mais de 4000 casos de clientes em diferentes estágios.

A empresa também mantém uma página com seus casos de sucesso.

Muitos veículos também mantêm histórias de sucesso de seus clientes utilizando o Marketing Digital, como é o caso do Google Analytics e do Facebook.

De modo geral, é possível encontrar casos de sucesso de Marketing Digital com empresas de todos os tamanhos e segmentos.
 

Canais de Marketing Digital
Existem diversas formas de chegar até o seu público utilizando o Marketing Digital.

Cada uma delas é conhecida como um canal de comunicação.

Abaixo, separamos os principais canais utilizados no Marketing Digital para você conhecer:

Blog
Os blogs surgiram como uma das primeiras formas de compartilhar conteúdo na internet.

Quando as empresas perceberam sua força, o que era um canal pessoal se tornou um dos principais canais de Marketing Digital.

O blog corporativo é o principal espaço que a empresa possui para produzir conteúdo, ampliar sua presença na web e se tornar referência na área.

É um canal imprescindível para quem quer aplicar o Inbound Marketing e o Marketing de Conteúdo.

Para manter seu blog corporativo, você deve elaborar uma Pauta de Conteúdo, baseando-se nos conteúdos mais relevantes para o seu público e priorizando as palavras-chave que são mais estratégicas para o seu negócio.
 
 

Redes Sociais
As redes sociais surgiram para conectar pessoas e logo viraram também um excelente canal para compartilhar conteúdo.

Diferente dos blogs, as redes sociais acontecem “em tempo real”. São um canal de comunicação quase instantânea, para ser consumida imediatamente.

Por isso que a maioria delas possui uma linha do tempo com postagens que, uma vez visualizadas, raramente voltam a aparecer.

Mas o principal fator deste canal é seu alto poder de interatividade.

Ele é a melhor forma de estabelecer um diálogo com a sua audiência.

Embora tenha seus riscos, como reclamações em público e comentários negativos, uma boa gestão de redes sociais faz toda a diferença na hora de consolidar sua marca como referência no segmento.
 

SEO
A sigla aparece em diversos materiais e sempre gera dúvidas.

Afinal, o que é SEO?

SEO significa Search Engine Optimization, que em tradução literal se torna Otimização para Motores de Busca.

E o principal motor de busca da internet, claro, é o Google!

Isso significa que além de produzir um conteúdo de qualidade, para estar nas primeiras posições do Google você precisa aplicar algumas técnicas de otimização que vão ajudar o Google a entender que a sua página é a melhor opção que existe para retornar a um usuário, quando ele busca por uma determinada palavra-chave.
Considerando que para a maioria das pessoas “procurar na internet” é o mesmo que “procurar no Google”, este canal se torna ainda mais importante para sua estratégia de marketing digital.
 

Busca Paga (PPC)
Mesmo com toda a importância do SEO, no primeiro lugar do Google só cabe uma página!

O que fazer, então, quando você tem uma palavra-chave essencial para a sua estratégia mas não consegue rankear bem nela?

É aí que entra o canal de busca paga, ou PPC (pay-per-click).

A busca paga funciona por meio de links patrocinados, ou seja, os links para a sua página aparecem no resultado de busca, com um destaque diferente.

O mais conhecido, sem dúvidas, é o Google Adwords.

Ele funciona por um método similar ao leilão: você dá lances do quanto pretende pagar por clique, para cada palavra-chave.

Baseado em um cálculo que envolve o lance oferecido e a qualidade do anúncio (quality score), o Google define qual link patrocinado vai exibir.
 
 
Rede Display / Ad Networks
Nos primeiros passos da internet, toda a publicidade era feita por meio de banners.

Esses banners eram negociados com cada veículo, o que tornava muito difícil fazer a gestão de quais banners a sua marca possuía, o período de cada campanha, o valor, as datas de pagamento etc.

A Rede Display (ou Ad Network) surgiu como uma evolução da estratégia de banners: você cria a campanha em uma rede e ela distribui o seu banner para os sites que disponibilizam espaço de publicidade para essa rede.

Mais uma vez, é do Google a solução mais conhecida. Na Rede de Display do Google é possível criar campanhas de banners que são distribuídos conforme o cálculo de relevância do anúncio para o site e para o usuário.
 

E-mail
O e-mail marketing continua sendo um canal muito forte de relacionamento com a base de clientes.

Mesmo com tantos spams (mensagens indesejadas) circulando pela rede, é um canal de comunicação direta e pessoal, que permite falar com seu potencial cliente sem interrupções ou distrações.

Ser relevante, aqui, é uma regra de ouro.

Envie e-mails apenas para pessoas que explicitamente escolheram receber mensagens da sua empresa e em hipótese alguma compre listas de endereços, pois elas prejudicam tanto a imagem da sua marca quanto a sua reputação nos servidores de e-mail, que podem classificar negativamente seu endereço de remetente por essa prática.

O que é Coaching

O que é coaching? Coaching é a melhor e maior metodologia de desenvolvimento e capacitação humana. É um processo que aliado a diversas ciências como a Psicologia, Neurociência, Administração de Empresas, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Neuroanatomia, entre outras, visa o alcance de resultados permanentes em qualquer contexto, seja pessoal ou profissional.

 

o que e coaching

 

Coaching abrange um conjunto de conhecimentos, técnicas, vivências e mais de 100 ferramentas eficazes, que têm por objetivo a conquista de metas e objetivos de forma rápida e precisa. É um processo que proporciona expansão de performance profissional e produtividade.

 

O Coaching é uma ferramenta de desenvolvimento de habilidades e capacidades de forma contínua e com resultados excelentes. Qualquer pessoa que deseja conquistar objetivos, encontrar novas soluções, traçar novos planos, alcançar o crescimento profissional ou mudar de carreira, pode buscar a ajuda de um profissional coach para:


• Se desenvolver como líder ou executivo.
• Aumentar os resultados.
• Aumentar o autocontrole e autoconfiança.
• Desenvolver um novo negócio.
• Melhorar sua gestão de tempo aumentando sua produti­vidade.
• Encontrar o caminho para a sua realização profissional.
• Autoconhecimento e empoderamento pessoal.
• Reforçar e potencializar o seu comportamento positivo.
• Ter mais autonomia na tomada de decisões.
• Melhorar o relacionamento interpessoal.

 

Mais que uma metodologia, ciência ou técnica, o Coaching é uma poderosa filosofia de vida, uma maneira de ser, viver, sentir, agir, pensar, falar e conduzir pessoas rumo ao alcance de grandes resultados em todos os contextos: pessoal, profissional, social, espiritual e familiar.

 

O que é coaching: COACH E COACHEE

• Coach, em inglês, significa instrutor ou treinador. É o profissional capacitado e habilitado para atender e desenvolver outros indivíduos, utilizando as técnicas e ferramentas do método Coaching. Trata-se de uma parceria, uma junção de fortalezas, uma conexão das melhores partes de duas pessoas para atingir um objetivo específico em curto espaço de tempo. É importante ressaltar que o Coach não é um orientador ou mentor. Sua missão é despertar, com ajuda de perguntas poderosas, respostas internas e o potencial infinito de cada um.

 

• Coachee - este é nome definido para o cliente que está passando pela seção de Coaching, conduzida por um profissional Coach. O Coachee viverá um momento de evolução em todos os sentidos, pois a essência do Coaching é preocupar-se com o ser humano como um todo. Portanto, trabalha todas as partes que o envolvem. É importante ressaltar que, ao sentir essa experiência, o Coachee passa a enxergar o mundo além dos olhos, percebendo que o Coaching é um estilo, uma filosofia de vida!

 

O que é coaching: AS SESSÕES DE COACHING

O processo é feito por meio de encontros, também chamados de sessões, que podem ser semanais, quinzenais ou mensais.

O coaching pode ser Formal, quando se tem um contrato, com sessões agendadas e encontros formais, ou Informal, quando são utilizadas técnicas, recursos e fundamentos do Coaching de maneira informal no cotidiano pessoal ou na vida profissional. O profissional coach apoia e conduz seu coachee/ cliente no alcance de suas metas.

 

O coaching pode ser Presencial, com sessões cara a cara, onde o coach e o coachee se encontram pessoalmente, ou, à Distância, quando o coaching é suportado por recursos tecnológicos, como Skype, Face time, Telefone.

 

Mas o que é coaching?

Mais que lhe ensinar, o coaching ajuda-o a aprender. É uma poderosa ferramenta de transformação pessoal e profissional. O Coaching é um método usado largamente mundo afora tanto no contexto profissional como no pessoal. Essa metodologia prestigia a estrutura racional e cognitiva do cérebro. No processo de coaching, o primeiro passo é estabelecer o estado atual, ou seja, todos os detalhes da situação atual do cliente. O segundo passo é estabelecer detalhadamente onde o cliente quer chegar (metas e objetivos). Tendo estabelecido estes dois pontos, o coach conduz seu cliente na elaboração de um minucioso plano de ação que fará o cliente trafegar da posição 1 (estado atual) para a posição 2 (metas e objetivos) em um tempo recorde.

 

Coaching não é terapia, aconselhamento ou psicologia, mas o que é coaching? Coaching é uma abordagem pragmática focada na realização de um ou mais objetivos específicos. Uma das diferenças mais óbvias é que a terapia tende a focar e se deternas experiências e nos sentimentos relacionados a eventos passados, ao passo que o Coaching é orientado em direção ao ajuste do objetivo e encoraja o cliente a seguir em frente e a obter novas conquistas e realizações em prol de sua felicidade e qualidade de vida sempre ajudadndo ao cliente a olhar e focar no futuro. É uma ferramenta que tem um vasto uso nas empresas para aprimorar o desenvolvimento de suas lideranças.

 

De forma ainda mais resumida, o coaching promove o desenvolvimento e a potencialização das competências pessoais. Competência é a capacidade de agir, de realizar ações em direção a um objetivo, a metas e desejos. Sendo assim, coaching é um processo de investigação e reflexão conduzido pelo profissional (coach) que fará seu cliente sair de onde está para onde quer chegar.

 

O processo de coaching busca aprimorar o desempenho das pessoas e sua capacidade de aprender. Implica fornecer feedback, mas também usa outras técnicas, como motivação, questionamentos eficazes e a adequação do estilo de gerenciamento do coach à prontidão dos coachees para dedicaram-se a uma determinada tarefa. Esse processo baseia-se em ajudar o coachee e se ajudar por meio de uma interação dinâmica – o coaching não depende de só uma pessoa que diz o que ou como fazer e que dá as instruções. Max Landsberg.

 

Destrava o potencial da pessoa para maximizar o próprio desempenho, ajudando-a a aprender em vez de ensinar-lhe alguma coisa. Sir Jonh Whitmore.

 

Desenvolve as habilidades e o conhecimento de uma pessoa para que melhore seu desempenho profissional, a fim de que sejam alcançados os objetivos da organização. Tem como propósito efetivar um alto nível de atuação e progresso no trabalho, embora também possa ser impactado na vida privada do indivíduo. Geralmente tem curta duração e focaliza habilidades e metas específicas. Marian Thier.

 

O coach, primeiro, ajuda a definir as metas e, depois, apoia o coachee para que ele possa alcançá-las, implementando uma estratégia e assistindo-o para que se mantenha dentro dela. O processo de coaching ajuda a equilibrar trabalho, vida familiar e obrigações sociais, como o lazer e as práticas espirituais.

 

O processo de coaching é essencialmente uma conversa, um diálogo que envolve você e eu, num contexto produtivo e orientado a resultados. Nessa conversa, que procede com a formulação de perguntas relevantes em momentos críticos, posso encorajar e apoiar o coachee para que enxergue as situações por novos ângulos e seguindo estratégias diferentes.

 

O coaching consiste num relacionamento entre o coachee e o coach, em que ambos colaboram para atender às necessidades do coachee. O conteúdo a ser trabalhado é dado por ele, que é, então, guiado e apoiado para efetuar as mudanças desejáveis em um ou mais setores de sua vida, levando a uma vida mais gratificante e equilibrada.

 

O coaching cria consciência, potencializa a escolha e gera mudanças, libera o potencial pessoal para maximizar sua performance.
O maior benefício do coaching é o aumento de resultados positivos nos diversas áreas de vida do cliente. Com essa visão sistêmica fica mais fácil entender o que é coaching.

 

O que é um Coach:

É o profissional credenciado que conduz o processo de coaching, usando metodologia, conceitos, ferramentas e processos. É o coach quem conduz o processo, levando o cliente a refletir, chegar a conclusões, definir ações e, principalmente, agir em direção a seus objetivos, metas e desejos.


O coach ajuda as pessoas a identificarem metas específicas e a alcançá-las mais rápida e facilmente. Fornece ao coachee as ferramentas, as perspectivas e as estruturas necessárias para realizar mais, dentro de um processo de responsabilização. Realinha as crenças e estabelece um ponto sobre o qual o coachee deverá refletir.

 

 

Coachee:
É a pessoa que utiliza o serviço do coach, em outras palavras é o cliente que será conduzido de um estágio ao outro.

 

 

Consultoria Inbound Marketing

A nossa consultoria inbound marketing é um serviço de suporte às organizações e seus gestores no sentido de auxiliá-los a entender e definir quais são as estratégias de inbound marketing necessárias para alcançar os objetivos com sucesso.


consultoria inbound marketing

 

BENEFÍCIOS AO INVESTIR EM UMA CONSULTORIA INBOUND MARKETING
- Olhar externo é fundamental para o crescimento do seu negócio.
- Otimização de tempo.
- Processos bem definidos.
- Acelerar os seus resultados.

Consultoria de Inbound Marketing

Entendemos onde você quer chegar com sua empresa e então elaboramos as estratégias necessárias para alcançar os objetivos com sucesso.

Marketing: SEO
Analisamos, planejamos e entregamos um relatório completo de oportunidades de SEO para seu site obter melhores resultados orgânicos.

Links Patrocinados:de Google Ads
Levantamos demandas, definimos ações e entregamos um planejamento de Google Ads para ativação e obtenção dos melhores resultados em links patrocinados.

Palestra sobre Inbound Marketing
Para alinhar conceitos, ações e estratégias, preparamos e executamos uma palestra sobre a importância do inbound marketing com foco nos times de marketing e vendas.

Workshop
Pensamos, planejamos e executamos um workshop para apresentar os conceitos de inbound marketing e o diferencial competitivo para o seu negócio.


Inbound Marketing é uma forma de pensar relativamente nova, baseada na ideia de compartilhamento e criação de um conteúdo de qualidade direcionado para um público-alvo, utilizando táticas de marketing online.

O “novo marketing” (Inbound Marketing) é qualquer tática de marketing que se baseia em ganhar o interesse das pessoas em vez de comprá-las.

O “velho marketing” (Outbound Marketing) é qualquer tática de marketing que “empurra” produtos e/ou serviços para os clientes.


Veja algumas estatísticas abaixo:

- Inbound Marketing custa 62% mais barato do que Outbound Marketing;

- Empresas que utilizam blogs conseguem 97% mais links apontando para seu website;

- 275% é o ROI (retorno sobre investimento) médio produzido através de estratégias de inbound marketing.


Como funciona o Inbound Marketing

Um dos princípios do Inbound Marketing é transformar estranhos em leads, leads em clientes e clientes em divulgadores. Para este grande desafio existe uma metodologia específica, e iremos aprender um pouco mais sobre ela.

Para começar a nos aprofundar um pouco vamos ver alguns princípios. Há três itens que tornam o Inbound Marketing o tipo de marketing que as pessoas amam:
- Lugar
- Tempo
- Conteúdo

Quando entregamos o conteúdo certo, no momento certo e no lugar certo, as pessoas recebem muito melhor a informação.

Quando você recebe um e-mail de uma marca que você nem ao menos visitou o site, você geralmente deleta ou envia para o spam.

Seria completamente diferente se você pesquisasse no Google sobre tipos de pisada, para comprar um tênis de corrida, e aí encontrasse um e-book gratuito em uma loja online sobre o assunto.

Cinco dias após baixar o e-book, você recebe um e-mail perguntando o que você achou do conteúdo divulgado, e ainda no e-mail você também recebe uma dica, em forma de infográfico, sobre os tipos de pisadas e os tênis recomendados para cada uma delas.

Para fazer isso é preciso compreender – e trabalhar – cinco princípios importantes:

Marketing de Conteúdo - é preciso produzir conteúdos que sejam direcionados para as pessoas certas.Para isso é preciso definir as personas que irão comprar de você e que tipo de conteúdo ela consome, como e onde ela consome esse conteúdo.

Ciclo de compra - ao definir as personas que são seu público alvo é preciso criar um ciclo de compra para cada uma delas.Para fazer com que estranhos se tornem clientes é necessário entender que cada um deles passa por um processo até concluir a compra.Entender esse ciclo e interagir com ele no status que ele se encontra é essencial para que ele avance no chamado “funil de conversão”.

Personalização - quanto mais você sabe sobre os seus leads, mais você consegue interagir com eles no momento certo e com o conteúdo que eles realmente gostariam de receber, tratando cada um de maneira individual sobre os seus anseios e questionamentos quanto ao seu produto ou serviço.

Multicanais - Interagir com pessoas nos momentos certos é saber que essa interação pode vir de vários lugares.O usuário de internet hoje passa bastante tempo no Facebook, procura diariamente no Google, lê blogs de seu interesse, etc.É importante entender quais os canais necessários para alcançar as pessoas certas e gerar os leads certos.

Integração - para o planejamento sair “redondo” é necessária uma integração de tudo isso. Todo conteúdo divulgado precisa ser mensurado e analisado com precisão para que a personalização seja mais eficiente.


10 razões para você aprender de vez Inbound Marketing
Muitas pessoas se perguntam quais são os benefícios de aprender o que é e como realizar a prática do Inbound Marketing, principalmente por fugir um pouco do padrão de como a relação da empresa com o cliente é realizada.

Bom, nada melhor do que números e dados para esclarecer essa dúvida, não é?!

1. Cerca de 80% das pessoas fazem busca online. Isso mostra a importância e a demanda de um bom marketing digital.

2. O Inbound Marketing possui custo de 62% a menos por lead do que o marketing tradicional, o que ajuda a viabilizar ainda mais a verba do cliente.

3. 92% dos profissionais de marketing dos EUA acreditam que, se considerarmos a economia atual, a Consultoria Inbound Marketing é essencial para as empresas.

4. Empresas que utilizam blogs com conteúdo relevante conquistam 55% a mais de tráfego, aumentando assim a quantidade de pessoas que se relacionarão de alguma forma com a marca.

5. Uma média de 70% dos internautas clica em links que resultam de busca orgânica, e não em anúncios pagos, mostrando assim a importância da atividade de SEO para que haja um bom posicionamento de uma empresa e/ou produto na internet.

6. A relação criada com o visitante faz com que ele se torne um promotor da marca, pois percebendo a qualidade do conteúdo e do serviço, ele promoverá aquela empresa/produto graças a uma questão de afinidade e confiança.

7. Empresas relatam que cerca de 57% dos contatos de cliente adquiridos vieram graças aos blogs.

8. A presença da empresa nas redes sociais é essencial. 66% dos gerentes de marketing concordam que o blog é importante para a empresa. Além disso, 83% dos gerentes de marketing afirmam que a presença da empresa no Facebook é fundamental.

9. O Budget das empresas em investimento em blogs dobrou nos últimos 2 anos e a tendência é que esse investimento aumente ainda mais.

10. A Consultoria Inbound Marketing é mais precisa: ele permite identificar com mais facilidade quem está interessado na sua empresa, produto e conteúdo, quem é seu público alvo e como atingi-lo graças ao contato que é realizado, inicialmente, de forma espontânea. Por não atingir massas, o Inbound se destaca pela precisão.

O Inbound Marketing se tornará imprescindível em pouco tempo, pois a evolução da sociedade e da comunicação online tem mostrado cada vez mais que é necessário falar diretamente com o cliente, atraindo as pessoas certas para a marca e/ou produto certo, na hora certa. E você já conhece uma consultoria de inbound ? Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.


Inbound marketing: por que usar para atingir nichos de mercado?

Empresas que atuam em nichos de mercado específicos geralmente encontram dificuldades para promover seus produtos e serviços. Isso porque as ações de marketing tradicionais não são tao eficientes para mercados de nicho e alcançam muitas pessoas que não estão exatamente interessadas em seus produtos — ou seja, não são relevantes para seu negócio.

Já o Inbound Marketing é uma excelente opção para essas empresas. É uma estratégia que permitirá ao seu negócio se comunicar diretamente com seu público-alvo e atrair clientes mais qualificados.

5 principais motivos para usar o Inbound Marketing e atingir nichos de mercado.

Você será encontrado pelos clientes certos
Em uma estratégia de Inbound Marketing através de uma Consultoria de Inbound Marketing, sua empresa vai produzir conteúdo focado nas dúvidas, necessidades e interesses de sua buyer persona.
Sendo assim, sua estratégia alcançará apenas os clientes que estão procurando informações sobre o tipo de produto ou serviço que você vende e o mercado em que você atua, reduzindo consideravelmente as chances de você alcançar um público que não tem nenhum interesse em você.

Você se posicionará como autoridade no mercado
Com o conteúdo atrativo produzido em uma estratégia de Inbound Marketing, sua empresa é capaz de colocar-se como autoridade no assunto, dominando as melhores práticas do mercado. Com isso você constrói uma marca mais forte, mostrando para seus clientes que é plenamente capaz de oferecer as melhores opções nesse nicho tão específico.
Outro detalhe importante: é bem provável que poucos concorrentes estejam investindo em uma Consultoria Inbound Marketing no seu nicho de mercado, justamente por ser uma nova prática do mercado. Sendo assim, este é mais um motivo de sua empresa se destacar como autoridade no assunto.

Você poderá educar o mercado
Em nichos de mercado muito específicos, é natural que menos pessoas realmente dominem o assunto e saibam quais são as melhores práticas a serem seguidas. Essa é uma excelente oportunidade que pode ser explorada com o  Inbound Marketing, pois pode ser usada para educar o seu público.
Você vai ajudar os clientes que se encontram no topo do funil de vendas a ganhar mais confiança em sua empresa, encorajando-os a avançar para as próximas etapas do funil.

Você poderá alcançar seu público independentemente de sua localização
Outra vantagem do Inbound Marketing para empresas que atuam em nichos de mercado específicos é que você é capaz de alcançar seu público independentemente de onde ele está localizado. Por meio de um blog ou pelas redes sociais, você poderá encontrar clientes em outras cidades, estados e países sem que isso tenha um grande peso em seu orçamento de marketing.
Além disso, o conteúdo produzido em uma estratégia poderá atrair interessados muito tempo depois da sua publicação, aumentando o seu alcance e garantindo um maior Retorno sobre o Investimento (ROI) no médio e longo prazo.

Você atrai clientes mais qualificados
Uma estratégia de Inbound Marketing, de uma Consultoria de Inbound Marketing, é capaz de atrair clientes mais qualificados e realmente interessados nos produtos que sua empresa comercializa. Você reduz consideravelmente o número de “curiosos” e, com isso, otimiza o trabalho de seu time de vendas.
E caso o cliente ainda não esteja preparado para fechar negócio com sua empresa, o Inbound Marketing pode ser usado para a nutrição de seus leads, ajudando-os a entender melhor seus produtos e colhendo mais informações antes de fechar negócio.
Entendeu como o Inbound Marketing pode ajudar a sua empresa a alcançar seu nicho de mercado? Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. de inbound marketing pois ajudarei você no seu projeto.