Se você se pergunta o que faz um consultor, é bastante provável que esteja enfrentando dificuldades de gestão na sua empresa. Pode ser o baixo faturamento, contas que não fecham, clientes que desaparecem, entre tantos desafios possíveis. Sim, você precisa de ajuda. Mas de qual tipo?

Afinal, o que faz um consultor?A pergunta sobre o que faz um consultor pode ter dois tipos de resposta. A primeira delas, é claro, descrevendo suas atividades.

A segunda, talvez refletindo mais a realidade, se limitaria a dizer que nele está a esperança de salvação da empresa. Afinal, não raro esse profissional é lembrado quando a água já bate no pescoço, e o fracasso parece questão de tempo.

É óbvio que esse tipo de visão restringe muito a atividade do consultor, cujo valor não aparece somente nas horas terríveis - um passo além dos momentos ruins.
Há razões para ter uma consultoria quando o negócio vai muito bem. Mas aí o pequeno empresário pode olhar para a necessidade permanente de economia e pensar: “Se cheguei até aqui sozinho, por que preciso de ajuda agora?”. Faz sentido para você?

Pois é exatamente em momentos como esse que ter um conselho profissional e especializado faz toda a diferença. A tomada de decisão na empresa costuma ser um momento de tensão, em especial quando o que se avalia é um passo tão importante, como abrir uma filial, lançar um novo produto, dar uma guinada nos negócios ou uma buscar empréstimo para sair do vermelho.

Agora, você começa a entender o que faz um consultor. Como o nome indica, ele presta consultoria à empresa, o que se materializa em etapas como diagnóstico, análise, planejamento e aplicação da estratégia. Seu papel é o de propor soluções ao negócio, seja qual for o desafio que a enfrentar.