Otimização em SEO ON Page e Off Page

 
 
Quais são as principais fontes de tráfego orgânico de um site?
 
Atrair usuários para um site de forma orgânica, fazer com que eles consumam os conteúdos disponibilizados, se tornem leads e se relacionem com a marca de uma forma positiva é um sonho para grande parte das empresas.

Para transformar esse sonho em realidade, é preciso iniciar uma estratégia que colabore para o aumento do tráfego orgânico de um site. Mas antes é preciso entender os diferentes tipos de tráfego, quais são as suas principais fontes e como elas impactam nas estratégias de marketing digital.

É muito importante que você possua clareza sobre esse assunto. Ele é a base para as estratégias que serão utilizadas em um projeto. Afinal, precisamos saber qual fonte traz melhores resultados para a empresa. Certo?! Então, fique com a gente e saiba mais!

Quais são os diferentes tipos de tráfego?

Hoje em dia, existem alguns canais de aquisição de tráfego. Os principais são:
tráfego orgânico;
tráfego social;
tráfego de referência;
tráfego direto.

Tendo isso em mente, vamos falar agora sobre as principais fontes de tráfego orgânico de um site!

Quais as principais fontes de tráfego orgânico?

Conteúdo relevante e de qualidade
Criar conteúdo relevante para o público-alvo é uma forma de educar e nutrir clientes que ainda não estão preparados para efetivar uma compra e aproximá-los da marca mantendo um acesso constante às plataformas e ao site da empresa.

Disseminar conteúdo de qualidade na internet aumenta a visibilidade e a credibilidade de um empreendimento e faz com que os usuários se mantenham interessados em continuar acessando aquele endereço.

Essa é uma forma de atrair usuários qualificados e aumentar o tráfego orgânico de um site por meio de um baixo investimento. Analise o perfil de seus clientes e desenvolva conteúdos originais que possuam aderência.
 

Realização de parcerias
Fazer uso de parcerias como estratégia de marketing digital está cada vez mais em evidência. Principalmente aquelas que contam com a participação ativa de influencers em suas campanhas.

Essa estratégia não é realizada de forma totalmente “gratuita”. Para a contratação de um espaço em que seu produto será difundido por alguém com credibilidade na internet, existe um custo.

Entretanto, a ideia é realizar esse investimento inicial para posteriormente manter os acessos com base na utilização dos conteúdos de relevância. Dessa forma, o seu lead continua a ser nutrido.
 

Uso de redes sociais
É difícil encontrar uma pessoa que não seja usuária de pelo menos uma rede social. Altamente difundidas, elas já fazem parte do nosso dia a dia tanto como usuários quanto como profissionais de marketing online e empresas.

Compartilhar links com novidades, postagens em blogs, tutoriais, e-books, webinars, infográficos e vídeos são apenas alguns dos exemplos que podem ser trabalhados para aumentar o tráfego orgânico de um site ao direcionar os usuários para a página.

Redes sociais com uma boa gestão são um grande diferencial em um mercado altamente competitivo. Utilize-as para atrair tráfego e obtenha melhores resultados!
 

E-mail marketing segmentado
Um dos principais benefícios do marketing digital é o seu alto poder de mensuração dos resultados obtidos no decorrer de todo o funil de vendas.

Por isso, enviar e-mail marketing com as novidades atuais ou destacando os conteúdos que obtiveram maior sucesso entre os usuários é uma estratégia eficiente de tratar os usuários que já apresentam interesse em seu produto ou serviço.

Ao segmentar sua lista e enviar os e-mails, é possível analisar seus resultados e gerar leads altamente qualificados. Faça o teste!
 

Tutoriais e e-books
Conteúdos mais completos, como e-books, ou mais informativos, como tutoriais, são ótimas formas de atrair tráfego orgânico e qualificado.

Usuários que procuram por e-books estão interessados em saber mais sobre determinado tema, ou seja, possuem mais chances de conversão. Clientes que buscam por tutoriais já estão considerando a compra ou já a realizaram.

Além de agregar valor, essas opções são técnicas que colaboram para o relacionamento a longo prazo com o cliente. Aposte nelas!

Atrair tráfego é uma questão crucial para que as ações de marketing sejam eficientes. Afinal de contas, toda ação precisa de público para se tornar um case de sucesso. Agora que você já sabe quais são os principais canais para conquistar tráfego orgânico, aplique as técnicas listadas e otimize seus resultados!
 
 
 
 
SEO para e-commerce: saiba o que influencia e como otimizar
 
As práticas e técnicas de SEO para e-commerce são fundamentais para o sucesso da loja virtual, afinal, por meio delas, a página da empresa consegue aparecer nas melhores posições dos resultados de busca e conseguir melhor presença online.

Entretanto, não basta aplicá-las sem um acompanhamento mais detalhado. O espaço virtual é tão disputado quanto o físico, o que significa, na prática, que a concorrência é feroz e também está investindo em SEO. Sendo assim, compreender a influência de cada estratégia nos resultados e os meios de otimizar as ações é primordial para manter a competitividade.

Quer aprender a desenvolver as estratégias de SEO para e-commerce da melhor maneira possível? Acompanhe algumas dicas que elevarão o posicionamento do seu negócio, gerando mais exposição e vendas.

Escolha um domínio que sirva de “gancho” para as buscas

É comum “batizar” o domínio com o nome da empresa, no intuito de valorizar a marca ou criar algum impacto. Porém, considerando o fator SEO, é vantajoso optar por um domínio que complemente as pesquisas do usuário. Isso fará com que outro elemento, a URL, ative o site por meio do termo pesquisado.

Por exemplo, sendo o seu e-commerce especialista na venda de smartphones, ele terá mais chances de ser indexado na primeira página com um domínio do tipo “smartphonesbaratos.com.br”, em vez de “xyz.com.br”. Outra boa alternativa é a junção da marca com a palavra-chave, formando “xyzsmartphones.com.br”.
 

Invista na construção de um site mobile
Criar uma versão mobile do site (m-commerce) consiste na administração de dois sites diferentes, ou seja, ao contrário do conceito de site responsivo, em que o site se adapta a todos os tamanhos e tipos de tela, o mobile é uma versão distinta da página desenvolvida especialmente para browsers de dispositivos móveis.

A princípio, pode não parecer viável, mas o site mobile oferece excelente desempenho e facilita o processo de compra via smartphones/tablets, enriquecendo a experiência do usuário ao mesmo tempo em que se sobressai perante a concorrência — além de ganhar pontos com o Google.
 

Obtenha backlinks que apontem para o site
Um dos critérios que indicam a qualidade do site para o Google é a quantidade de backlinks, isto é, o número de páginas qualificadas que contêm links que redirecionam o usuário ao seu e-commerce. Muitos sites, inclusive, fazem parcerias nesse sentido.

Além de conquistar privilégios com o robô do Google, os backlinks contribuem diretamente para o aumento de reputação da loja, servindo como poderoso instrumento de marketing para captação de clientes.
 

Crie descrições originais para cada produto
Outra dica importante de SEO para e-commerce tem a ver com a descrição dos produtos. Em muitos casos, a loja adiciona a descrição padrão disponibilizada pelo fabricante, o que resulta em anúncios genéricos e que, geralmente, oferecem poucas informações relevantes.

A dica é investir na criação de descrições originais, ricas em conteúdo e atrativas em termos de leitura — o texto deve instigar o usuário a continuar lendo. Caso não tenha um funcionário qualificado para a tarefa, é recomendável a contratação de um copywriter com bom conhecimento em SEO para e-commerce.
 

Torne o site intuitivo e rápido para navegar
Tão imprescindível quanto conquistar boas posições na página de resultados de busca é oferecer ao seu consumidor excelentes experiências relativas ao uso do site. Portanto, otimizar a página de maneira que consultas e compras de produtos sejam feitas rapidamente, evitando burocracia, traz um diferencial a mais para o e-commerce.

Para isso, é importante que o site tenha um design limpo e intuitivo, no qual os botões são facilmente encontrados e elementos desnecessários, responsáveis pela lentidão no carregamento, sejam eliminados/corrigidos — o PageSpeed Insights, ferramenta para desenvolvedores disponibilizada pelo Google, é excelente para analisar o desempenho do site e os problemas que o afeta.

Todo proprietário de e-commerce deseja ver o seu negócio nas melhores posições dos motores de busca. Tenha em mente que o seu público-alvo está no ambiente online e ele precisa encontrar a sua marca. E a melhor forma de promover esse encontro é investindo em SEO de modo certeiro.

Gostou das nossas dicas de SEO para e-commerce, mas ainda tem dúvidas se elas são necessárias? Confira outros motivos que justificam o investimento na otimização.